Prémio Nacional do Artesanato

A 15 de março, Portugal vai conhecer os vencedores do Prémio Nacional do Artesanato 2017. O Museu de Arte Popular é o espaço que acolhe esta cerimónia que contará com a presença do Secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita.

A Associação para Defesa do Artesanato e Património de Vila do Conde está nomeada na categoria Prémio Promoção para Entidades Privadas – distinção que reconhece o trabalho das entidades ou organismos privados sem fins lucrativos em prol das artes e ofícios, traduzido em projetos, programas, campanhas ou iniciativas de valorização e promoção.

PNA_2017_nomeação.png

Promovido pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, o Prémio Nacional do Artesanato tem por objetivo promover as artes e ofícios, distinguindo artesãos que se afirmem pela excelência do seu percurso e dos resultados alcançados, seja na vertente das produções artesanais tradicionais seja no chamado artesanato de matriz contemporânea.

O Prémio valoriza, também, trabalhos de investigação e intervenções de entidades públicas e privadas que se destacam na promoção do artesanato, reforçando o seu contributo para a dinamização socioeconómica e para a afirmação de um valor patrimonial que é único e de todos.

O concurso relativo à edição de 2017, decorreu entre maio e dezembro desse ano, e abrangeu o período de candidaturas, os processos de apreciação e decisão, em que intervieram um Comité de Avaliação e um Júri e que integraram, na fase final, uma votação do público através da Internet.

O Prémio contempla as seguintes categorias:

• Grande Prémio Carreira;

• Prémio Inovação;

• Prémio Empreendedorismo/Novos Talentos;

• Prémio Investigação;

• Prémio Promoção para Entidades Privadas;

• Prémio Promoção para Entidades Públicas.

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close